30.5.07

Mais notícias sobre a venda da Avaya

Convergência Digital


Os principais jornais dos EUA, entre eles, o portal CnetNews.com e o jornal The Wall Street Journal, publicam reportagens, tendo como fontes executivos supostamente envolvidos na negociação, onde afirmam que a companhia contratou o banco Credit Suisse para negociar a venda de parte ou do total das suas ações. A empresa, cujo valor foi estimado em US$ 6,1 bi, teria dois fortes interessados: Cisco e Nortel. No Brasil, A Avaya é responsável por grandes projetos IP e recém-contratou Cleber Morais, ex-Sun, para comandar suas atividades no país.

Segundo as reportagens, já houve uma rodada de negociações entre as empresas interessadas e o banco, contratado para cuidar da transação pela Avaya. Oficialmente, no entanto, a fabricante não quis se posicionar. A Avaya é resultante do spin-off da Lucent, ocorrido em outubro de 2000. No ano fiscal que encerrou em setembro de 2006, a fabricante reportou um lucro de US# 2,12 milhões e uma receita de US$ 5,12 bi. Atualmente, emprega 20 mil empregados.

As especulações em torno da possível venda da Avaya ganharam força na última sexta-feira, 25, quando analistas de mercados afirmaram que a fabricante seria uma 'candidata forte' para compra, num momento de consolidação de negócios entre operadoras e fornecedores no setor de telecomunicações. A empresa, além de ser rentável, possui um time de especialistas reconhecidos e uma carteira de clientes considerável - entre eles, o banco ABN Amro, que fechou um contrato mundial de telefonia IP, que deu para a Avaya Brasil, a liderança no mundo de portas IP corporativa a partir da migração dos ramais da instituição no país.

A consolidação de fornecedores não é novidade. A Avaya, hoje, está no papel de 'caça'. Mas, no ano passado, por exemplo, ela seria a 'caçadora', já que houve várias especulações com relação à possível aquisição pela fabricante da unidade de redes corporativas da Siemens, que oficialmente está à venda, desde que a empresa alemã anunciou a fusão com a Nokia.

A surpresa nessa 'disputa' pela Avaya é a presença da Nortel, empresa que também é considerável vendável. No entanto, é bom lembrar que a fabricante canadense fechou uma forte aliança comercial com a Microsoft, bastante interessada em 'ganhar posições' no mercado IP, e poderia estar capitalizando a Nortel para enfrentar a Cisco, também parceira da Microsoft em vários negócios, mas concorrente direta no mundo IP.

Um comentário:

Fer disse...

Olá,
Foi lançado recentemente um PABX capaz de integrar-se ao SKYPE, permitindo que telefones comuns possam fazer chamadas para contatos SKYPE ou para outros telefones através da rede SKYPE. As chamadas podem ser realizadas, atendidas, colocadas em espera, transferidas de forma extamente igual as da rede de telefonia convencional. O custo é muito baixo e se paga rápido, rápido.
Veja: http://www.safesoft.com.br/pabx/